Publicado em: 06/11/2013 ás 13:44:00 Autor: Max Douglas Fonte: ASSECOM/NOVA MARINGÁ

Corte de confecção para tecido plano, costura de tecido e operação de máquinas de costura foram alguns dos conteúdos abordados no curso de Corte e Costura, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-MT) no município de Nova Maringá.

A iniciativa conta com apoio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e do Sindicato Rural. A capacitação aconteceu no mês de agosto e beneficiou 15 inscritos no cadastro único da Secretaria de Serviço Social do município. Na capacitação os participantes aprendem moldes pré-definidos, corte, costura e montagem de peças completas do vestuário, aplicando as técnicas de costura para tecidos planos, observando o sentido do fio do tecido e a seqüência operacional.

Já no mês de outubro, o curso oferecido pelo SENAR-MT em parceria com a Assistência Social do município, foi o de Jardinagem, com duração de 40 horas.

Para o professor Maicon Maia( instrutor do SENAR), para ser um bom jardineiro antes de tudo tem que gostar de cuidar de plantas e o paisagismo é a forma de colocar estas plantas em harmonia.

O curso aconteceu em 5 dias, sendo os dois primeiros para a teoria e os demais para a prática. “Mostrei aos alunos as carências nutricionais das plantas, a combinação de cores, os tipos de jardins, como combater pragas e doenças. Já na segunda etapa, escolhemos uma área para implantar um jardim, contou o professor.


Para a Secretária de Assistência Social Mayra Coradi, a realização deste curso é uma conquista para Nova Maringá. Há muito tempo que nos estávamos querendo, pois na cidade falta mão-de-obra qualificada.


De acordo com o senhor Alexio Zamboni que há mais de 10 anos trabalha com jardinagem, a falta de profissionais é enorme nesta área. Este curso pode dar uma nova fonte de renda.


A turma foi formada por 14 alunos, alguns já atuam na área de jardinagem e outros ainda não conheciam o ofício. José de Aleluia Santana é um deles. Ele é aposentado e nas horas vagas trabalha de pedreiro e vê no curso uma oportunidade de conseguir uma nova profissão. Estou achando maravilhoso. Algumas coisas que eu não sabia. Quero me atualizar cada vez mais na área que eu vou seguir, planeja.

Outro ponto trabalhado no curso foi à inclusão social. O senhor João Gesso,que é portador de necessidades especiais, mesmo tendo essa condição não deixou de participar das aulas teóricas e práticas, e frisou que o curso é uma forma de ocupar a mente e o corpo.

Notícias relacionadas

16/07/2014

Nova Maringá, a bola da vez do Agronegócio

Visualizar Notícia

16/07/2014

Nova Maringá se torna modelo em Mato Grosso no Manejo Florestal

Visualizar Notícia

21/03/2014

Projeto solta alevinos nos rios Claro e Arinos

Visualizar Notícia

17/02/2014

CONCURSOS COM INSCRIÇÕES ABERTAS REÚNEM 42,3 MIL VAGAS EM TODO O PA...

Visualizar Notícia